Antonio Batista Pereira

//Antonio Batista Pereira

Comunidades vegetais de áreas de degelo da Antártica e as facilidades para construção de modelos para a avaliação de mudanças globais

Durante os últimos trinta anos pesquisadores ligados ao projeto comunidades vegetais de áreas de degelo da Antártica vem desenvolvendo pesquisa sobre a diversidade, fitossociologia e a ecologia buscando descrever e mapear as populações de plantas. Com os dados obtidos foi possível constatar que nestas áreas, as plantas estão muito bem adaptadas a fatores ambientais bióticos e abióticos como, por exemplo, a presença de solo, afloramento de rocha, linhas de drenagem, direção dos ventos, efeito da brisa marinha, proximidade de glaciares e colônias de aves.

Confira aqui o Lattes
By | 2019-03-18T08:24:49+00:00 fevereiro 5th, 2019|Palestrante|0 Comments