Ima Célia Guimarães Vieira

//Ima Célia Guimarães Vieira

A Amazônia no Antropoceno: desafios para a conservação da biodiversidade

As mudanças irreversíveis que o homem impingiu a um mundo dinâmico de 4,5 bilhão de anos fizeram-no reconhecer sua própria importância como fundador de uma nova época geológica: o Antropoceno. Na Amazônia brasileira, no âmbito do Antropoceno, atividades humanas têm modificado irreversivelmente vários ecossistemas, em especial a floresta. A mais extensa floresta tropical do mundo é também a mais biodiversa, e contém 1/6 de toda a água doce da Terra. Além disso, há ali uma grande riqueza de comunidades humanas, que souberam aproveitar a enorme produtividade biológica local e seus usos da terra – colheita, plantio, caça e pesca – tiveram baixo impacto na integridade da floresta. Mas a partir de 1960, a política governamental de ocupação do território amazônico promoveu rápido desmatamento e degradação florestal. Assim, reconhece-se que o sistema socioecológico amazônico encontra-se em fase de contínuo dinamismo e há vários elementos de pressão e de impacto humano.

Confira aqui o Lattes
By | 2019-02-06T13:33:17+00:00 fevereiro 5th, 2019|Palestrante|0 Comments